quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Freios simétricos

Se a morte faz uma montagem fulgurante de nossa vida, se impõe um corte, um sentido, a esse plano sequência ilimitado e inacabado que é a existência, não destitui a pluralidade dos sentidos e interpretações.                 
                            “Eu sou um apocalíptico que morrerei cedo ... 
Ás vezes sinto-me louco e absolutamente feliz
dentro de uma infinita solidão.” (Glauber Rocha)

4 comentários:

  1. "sinto-me louco e absolutamente feliz".Minha contemplação predileta: você :)

    ResponderExcluir
  2. muito complexo para minha cabeça de molusco.

    ResponderExcluir
  3. Melhor descrição para o momento atual dessa que vos fala não poderia existir =D

    ps: vamos ao show do Arnaldo na conhca?

    bjocas

    ResponderExcluir