quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Sweet liberation has come




-
"...mas quero encontrar a ilha desconhecida, quero saber quem sou eu quando nela estiver, Não sabes, Se não sais de ti, não chegas a saber quem és" O conto da ilha desconhecida- José Saramago.

7 comentários:

  1. afff
    tem uma pessoa em minha vida que é doente por esse cara ai.

    rs


    tá com fome ainda?

    ResponderExcluir
  2. Sabe que isso foi lindo?

    [seguindooo]

    ResponderExcluir
  3. Uma vez eu pensei sobre flores e sabores que elas podem ter e nunca tinha me atirado a provar. Decerto que eu estava certo em procurar um novo experimento. Peguei uma entre as vermelhas e não me arrependi, pois eram dessas que deixam um sobejo de paladar na boca que faz a gente lembrar anos depois, com um ar de bem estar, soltando um sorriso e querendo reviver a façanha. Agora, sentado no banco da praça, contei uma história pra alguém que sentou ao meu lado. Era você me olhando, como quem observa uma criança contente, feliz por compartilhar um presente. Beijo!

    ResponderExcluir
  4. gostei do blog e das fotos
    e do saramago

    ResponderExcluir
  5. Queria ler um ensaio sobre a cegueira, muito mesmo, uma amiga leu e disse que é ótimo, sei que tem um fime, mas ainda não assisti.

    Abraço,

    Charlie B.

    ResponderExcluir
  6. Ah...simplesmente maravilhoso. Estamos em constante luta interna para conhecer-mos a nós mesmos. Mas, no entanto, a maioria busca isso de forma equivocada, o que torna a busca por conhecimento ainda mais cruel. Gostaria de compatilhar com você outro trecho que adoro. Mais uma vez lhe digo: Espero que goste! Beijos Flor!
    "Estas alegrias violentas têm fins violentos
    Falecendo no triunfo, como fogo e pólvora
    Que num beijo se consomem."

    Romeu e Julieta, Ato II, Cena VI

    ResponderExcluir
  7. "Queria por um momento esquecer que isso não é real. Por que sempre viver na realidade quando se pode sonhar? Por que essa busca incansável de quem sou eu, o que devo fazer, para onde devo ir... Uma busca que as vezes causa sofrimento e dor. Eu quero viver intensamente, amar sem restrições, apenas viver a vida, mesmo que eu nunca descubra quem sou de verdade. E, se estar com você for um sonho para toda a vida, prefiro viver um sonho para o resto da eternidade. Do que me adiantaria toda uma vida feliz, do que adianta a eternidade se você não estiver nela? Pra mim, de nada adiantaria, porque nunca seria uma vida plenamente feliz. Apenas uma triste eternidade sem você nela."

    Beijos minha Bela! Espero que leia com carinho e que te deixe feliz!

    ResponderExcluir